(este não é um publipost)

“E se nos inscrevemos na LA CAV?” – Disse minha amiga Andi, na véspera do nosso tour na vinícola Lapostolle, vinícola que, por ser minha favorita, sempre visito com os amigos que vêm à Santiago por alguns dias.
Então surgiu um silêncio desses introspectivos, naqueles que sabemos que, igual à você, todos estão pensando nos prós e contras do sugerido.
“Eu gostaria muito” – disse o Diego, enquanto o Pablo, namorado da Andi, concordava.
“Nos inscrevemos na LA CAV não é somente culminar nosso gosto pelo vinho chileno, mas também quer dizer ‘atingir a idade adulta’. Aqui vou eu!” – Acrescentei.
E bem, aqui estamos, bebedores e adultos sênior, burgueses, como diria meu professor de história, porque essa semana recebemos a segunda entrega da nossa inscrição. 

Com isso, te convidamos a entender um pouco mais sobre a LA CAV e conheça os melhores vinhos chilenos de 2017!

Entendendo o caminho para se chegar aos melhores vinhos chilenos de 2017.

Mas perdão! Ainda não contei para vocês o que é a LA CAV! Bem, LA CAV é, como eles mesmos se denominam, o primeiro clube chileno de amantes de vinho. E como isso funciona? Através de uma mensalidade, onde você pode escolher seu plano. Existem vários tipos e cada um possui um valor. Por exemplo, você pode receber por mês dois vinhos chilenos reserva, dois premium, dois ícones ou as várias combinações que existem. Nós escolhemos receber dois vinhos chilenos premium que, além disso, e o mais importante, vem com a revista LA CAV, que é uma excelente forma não só de obter coordenadas na hora de escolher um vinho, como também poder ter acesso à um mapeamento nacional de vinícolas; conhecer novos territórios e processos, as novas cepas e, além de tudo, poder conseguir entender o vinho chileno como uma colaboração entre a terra e os homens e mulheres que transformam o solo, o ar e a água no vinho que levamos para a nossa mesa. Em resumo, entender o vinho chileno como identidade e cultura.

Agora, por que lhes conto tudo isso? Porque grande parte da minha motivação de ser sócia da LA CAV é descobrir e poder chegar aqui até vocês com as mãos cheias de descobertas, porque sou uma turista do vinho fanática, mas, assim como vocês, o espaço na minha mala é sempre limitado e quero levar para casa o melhor.
A pergunta é, como chegar a esse vinho, que será o ideal para traduzir o que vivi durante a viagem? Ou aquele que aquece minha alma, quando quero terminar um dia ruim? Mês a mês irei contando para vocês os vinhos que estão aparecendo no cenário nacional, e quais estão conquistando um lugar no coração do povo chileno e que não podem faltar. Além de tudo, porque Chile e vinhos é muito, mas muito mais do que Concha y Toro (falo isso com respeito, mas falo).
Então, como inauguramos essa relação de conhecimento mútuo? Com uma lista que sei que vocês, curiosos e chiques no último!, estavam esperando. A cada ano, a LA CAV publica o livro “Guía mesa de cata”, que trata de publicar o que uma equipe de sommeliers determinam sobre 1.600 vinhos chilenos. Pontuam cada um deles, de 0 a 100, o que têm como resultado os ganhadores e os perdedores (melhor dizendo, “menos ganhadores”) do ano 2017.
Deixo a lista dos primeiros vinhos chilenos de cada cepa e suas categorias e preços para que se animem, porque muitos deles são, ao contrário do que pensam, mais do que acessíveis. Vamos conhecer os melhores vinhos chilenos de 2017!

Pontuação para determinar nos melhores vinhos chilenos de 2017:

+95 pontos = Caminho à perfeição
93/94 pontos = Vinhos sublimes
91/92 pontos = Excelentes com classe
89/90 pontos = Vinhos que surpreendem
87/88 pontos = Muito bom
85/86 pontos = Bons, quase muito bons
80/84 pontos =De corretos a bons.
-79 pontos = Vinhos simples, pouco interessantes.

Categorias dos melhores vinhos chilenos de 2017:

– Ícones:

Viña Chadwick
Cabernet sauvignon 2014
99 pontos
Valle del Maipo
$450.000 CLP (692 USD aprox.)

– Súper Premium:

El Principal
Memorias
Cabernet Sauvignon / Cabernet Franc / Petit Verdot / Syrah 2013
96 pontos
Valle del Maipo Andes
$22.900 CLP (35 USD aprox.)

Cepas dos melhores vinhos chilenos de 2017:

– Cabernet sauvignon:

Apaltagua
Signature
93 pontos
Valle del Maipo
$14.460 CLP (22 USD aprox.)

 – Carmenère:

Undurraga
Founder`s Collection 2013
93 pontos.
$16.690 CLP (27 USD aprox.)

 – Merlot:

Veramonte
Ritual 2015
92 pontos.
Valle de Casablanca
$15.900 CLP (24 USD aprox.)

 – Syrah:

Tabalí
Vetas Blancas 2013
94 pontos
Valle del Limarí
$12.890 CLP (19 USD aprox.)

– Malbec:

Attilio and Mochi
Tunquén 2012
92 pontos.
Valle de Casablanca
$12.500 CLP (19 USD aprox.)

 – Pinot Noir:

Casas del Bosque
Gran reserva 2014
93 pontos
Valle de Casablanca
$8.990 CLP (14 USD aprox.)

– Late Harvest:

Erasmo Late Harvest
Toronel 2011
94 pontos
Valle del Maule
$18.000 CLP (28 USD aprox.)

– Rosé:

Bodegas Ré
Enredo GW/RI 2015
93 pontos
Valle de Casablanca
$20.990 CLP (32 USD aprox.)

– Sauvignon Blanc:

Laberinto
Cenizas de laberinto 2016
93 pontos
Valle del Maule
$10.990 CLP (17 USD aprox.)

– Chardonnay:

Errázuriz
Las Pizarras 2015
95 pontos
Valle de Aconcagua Costa
$40.000 CLP (62 USD aprox.)

1 Catar: Ato de degustar. (Cata=degustação)
2 Cepa: Tipo de uva. Tal como Carbernet Sauvignon, Carmenére, etc..

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.