Um tema fundamental na hora de viajar é o de como resolver a questão da falta de comunicação. O nosso celular deixa de funcionar fora da área de cobertura  do nosso país e precisamos dele não só para saber como estão os que ficaram em casa ou para manter contato com o trabalho (como nós, há muitos que não podem se desligar completamente), mas também para obter informações do lugar onde estamos e que somente a internet pode nos dar. Então, como usar o celular no Chile ou em outros países? Quais as opções que temos?

Nós já tentamos de tudo. Na primeira vez, nos conectamos freneticamente em cada Starbucks e McCafé que passávamos em frente. Na segunda, pagamos um valor absurdo de roaming durante mais de um mês e meio. Cansados desse gasto enorme, decidimos utilizar chips ou sim cards em cada país que visitamos, coisa que antes não podíamos fazer porque é necessário que seu celular seja desbloqueado, o que não acontece quando você não é o dono do seu telefone e compra o celular com um plano pós-pago com a sua companhia telefônica, uma maneira bem comum de usar o celular no Chile.
Então, se está viajando ao Chile e tem horror de se separar do seu celular, de não poder enviar fotos, de não saber o que acontece na sua casa e em seu trabalho, te daremos algumas dicas de como usar seu celular no Chile, assim seu Google Maps jamais te deixará na mão!

 Dicas para comprar um chip local ou ativar o roaming para usar seu celular no Chile.

1) Roaming. Para quem não quer enfrentar sair do aeroporto sem nenhum sinal e vai viajar ao Chile por uma semana ou menos, essa é uma opção a ser considerada de como usar seu celular no Chile. Geralmente, por curtos períodos, as companhias telefônicas oferecem tarifas que não irão desestabilizar seu orçamento. Você pode ligar com antecedência para sua operadora e solicitar o serviço para o dia que for viajar. Assim será possível usar seu celular no Chile a partir do momento em que o avião pousar!

2) Comprar um chip ou sim card. Sem dúvida, a opção mais econômica para usar seu celular no Chile. Como já dissemos, para que o chip ou sim card funcione é fundamental que você tenha um celular desbloqueado. Com isso os brasileiros não precisam se preocupar muito, pois hoje no Brasil a maioria dos celulares é desbloqueado e os que não são podem ser desbloqueados gratuitamente. Uma vez cumprido este requisito, você já pode trocar seu chip por qualquer um que comprar no Chile. O que nós provamos e que sabemos que funcionam bem, são os sims cards da operadora WOM, cujo valor é $2.000 pesos chilenos, com $2.000 pesos para utilizar em mensagens ou megas e a CLARO, cujo valor é de $1.000 pesos com $1.000 pesos de crédito. Só é preciso ir a algum ponto de venda, e solicitar ao vendedor um chip pré-pago. Você pode realizar recargas seguindo os passos que estão na própria embalagem do sim card ou em algumas lojas e farmácias que indiquem fazer recargas. Recomendamos sempre comprar o chip nas lojas autorizadas das operadoras indicadas, as quais você pode encontrar em todos os shoppings da capital, porque nas grandes lojas de departamento ou em outros comércios pode sair um pouco mais caro.

4 COMENTÁRIOS

  1. Vi em outro blog que se consegue esses chips no próprio aeroporto de Santiago. Procede? Se sim, em qual setor ou próximo de onde?

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.