Como ir do aeroporto de Santiago ao centro

48

Tudo o que deve saber sobre as maneiras de se deslocar desde e até o Aeroporto de Santiago do Chile.

Não sei se com vocês acontece o mesmo que comigo, mas um dos temas que mais me incomodam na hora de viajar, ou melhor, o único, é descobrir como chegar desde o aeroporto até o local onde irei me hospedar. Sempre senti que é uma espécie de segundo pouso, esse que vem depois do devaneio de pisar em um território desconhecido e desejado, uma volta forçada aos temas práticos dos quais pretendemos fugir quando viajamos. E é mais complicado ainda quando chega à um país onde se fala outra língua e tudo o que lê parece indecifrável.

Deixo para vocês este pequeno guia, para que se sintam um pouco mais seguros e que consigam estar o mais rápido possível em seu hotel, prontos para percorrer a cidade, e até mesmo, para que tenham uma ideia de como chegar até ao aeroporto, quando a viagem chegar ao fim.

Lamentavelmente, e igual à muitos países no mundo, o aeroporto Arturo Merino Benitez, em Santiago do Chile, não conta com uma linha de metrô que o conecte com o restante dos bairros da cidade. Isso obriga a implementação de meios alternativos que possam facilitar o deslocamento de um número cada vez maior de viajantes que, diante da falta de informação, muitas vezes caem nas mãos dos que, no meu ponto de vista, são umas das maiores calamidades do turismo: os taxistas inescrupulosos.

Então, como nos deslocamos desde o Aeroporto até o centro da cidade, ou diretamente até o nosso hotel?

1- Ônibus: 

Atualmente contamos com duas companhias que prestam esse serviço:
– Turbus: Funciona entre 05h00 e 00h00, operando todos os dias do ano, com saídas a cada 20 minutos, fazendo paradas somente nas seguintes estações do metrô:

Metrô Las Rejas / Terminal Alameda – Metro Universidad de Santiago / Terminal Pajaritos Terminal San Borja – Metro Estación Central

Além disso, também realizam serviços noturnos desde o Aeroporto até o Terminal Alameda, com saída a cada uma hora  (01:00 /02:00/03:00/04:00)
As saídas são sempre partindo do primeiro andar, perto da porta número 5.

Tarifas: $1.700 CLP um trecho, $2.800 ida e volta.

– Centropuerto: Essa opção inclui transporte desde e até o Aeroporto. As saídas são a cada 10 minutos, mas as noturnas são a cada uma hora. Casa viajem tem duração de aproximadamente 45 minutos, dependendo de como está o trânsito. Para pegar o ônibus é preciso ir ao hall público, no primeiro piso, porta número 6.

HORÁRIOS Segunda a Domingo:
· Santiago – Aeroporto -> Primeira Saída  05:55h -> Última Saída 22:30h
Metrô Los Héroes/Aeroporto: 1) Metro Los Héroes (Praça central) 2) Estación Central (Alt. 3.400 em frente a Notaría) 3) Metrô Universidad de Santiago 4) Metrô Toro Manzote 5) Metrô Las Rejas 6) Metrô Terminal Pajaritos 7) ENEA 8) Aeropuerto 3o Piso

· Aeroporto – Santiago -> Primeira Saída  06:00h -> Última Saída 23:30h
Aeroporto/Metrô Los Héroes: 1) Aeropuerto 1o Piso  2) Metrô Barrancas  3) Metrô Terminal Pajaritos 4) Metrô Las Rejas 5) San Alberto Hurtado 6) Metrô Universidad de Santiago 7) Metrô Estación Central 8) Metrô Unión Latinoamericana 9) Metrô República (Depois das 21h.) 10) Metrô Los Héroes (Praça Central)

Tarifas: Público Geral Ida ou Volta $1.700 – Público Geral Ida e Vuelta $3.000


2- Vans compartilhadas:


Também contamos com duas opções diferentes, ambas muito confiáveis. Particularmente sempre utilizei a Transvip, mas nunca escutei reclamações da Delphos.

– Transfer Delphos: Funciona os 365 dias do ano, 24 horas por dia. É possível comprar o bilhete nos guichês da empresa, dentro do aeroporto, ou fazer uma reserva.

Tarifas: O valor vai depender do bairro para qual irá, mas um valor médio é $7.600 CPL. É possível pagar no guichê com transferência, cartão de crédito ou débito e dinheiro.

– Transvip: Funciona os 365 dias do ano, 24 horas por dia. É possível comprar o bilhete no guichê da empresa, dentro do aeroporto, ou fazer uma reserva.

Tarifas: O valor vai depender do bairro para qual irá, mas um valor médio é $7.600 CPL. É possível pagar no guichê com transferência, cartão de crédito ou débito e dinheiro.

3- Taxis:

Quem já visitou Santiago do Chile se deu conta da enorme quantidade de motoristas de táxi que circulam pelo Aeroporto,  perseguindo e assediando os viajantes. Com muita impotência, já presenciei, pois depois de muita insistencia, existem pessoas que caem e vão com eles. Ninguém sabe o por quê, muitas vezes, é permitido que, individuos de reputação duvidosa, divulguem seus serviços na vista e paciência das autoridades, que pouco ou nada fazem para deter essa triste primeira impressão do nosso país. Não quero generalizar, deve haver, com certeza, muitos motoristas que fazem um trabalho honesto, mas as milhares de histórias que ouvi sobre estafas, sobretudo com quem não fala o idioma, me faz aconselhar a não escolher essa opção. Eu mesma, já fui obrigada a escutar como um delinquente, por trás do volante de um táxi, me contava ostentando que tinha acabado de “secar” uns brasileiros, cobrando um valor absurdo para leva-los ao Aeroporto. Me disse que fazia isso sempre e que, suas vítimas favoritas, eram brasileiros e idosos.

 

4- Transfers privados de Agências de Viagens:

Pela comodidade e a segurança, certamente é a opção mais recomendada. Basta somente contratar o serviço com antecedência e esperar que um cartaz com o seu nome no aeroporto te indique que não terá que fazer mais nada, além de subir na van e começar sua viagem. Se deseja mais informações sobre nosso serviço de transfer, clique aqui, ou comunique-se conosco diretamente em info@indoprochile.cl.

9 COMENTÁRIOS

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.