10 informações sobre o metrô de Santiago do Chile que poderão ajudar em sua viagem

1) O Metrô de Santiago é um dos sistemas de locomoção mais modernos de América Latina, sendo o sétimo do mundo com melhores condições de regularidade na frequência e o segundo maior da América Latina, depois da Cidade do México;

2) A Linha 1 do Metrô de Santiago foi a primeira a ser inaugurada, no ano de 1975. Como é relativamente novo, a maioria das instalações estão em perfeitas condições;

 

3) O famoso guia de viagens “Lonely Planet”, destacou a Estação de Metrô Universidad de Chile como uma das dez estações do mundo que valem a pena visitar. O motivo? O enorme mural de Mario Toral, chamado de “Memória visual de uma nação ”;

4) Existem duas maneiras de usar o Metrô de Santiago: em primeiro lugar, adquirindo previamente o cartão inteligente Bip (CLP 2.000), que é usado tanto para o metrô quanto para os ônibus. Este cartão é pré-carregado nos guichês do metrô, e depois validado nas catracas. A segunda maneira é adquirindo bilhetes unitários nos mesmos guichês, que devem ser inseridos nos locais destinados a esta finalidade, em cada catraca de acesso;

5) Não tente burlar o pagamento da passagem do Metrô de Santiago. Existem guardas de segurança em cada acesso e uma multa pesada é aplicada se eles pegarem você no ato. No Chile, quase ninguém faz isso;

6) Não é permitido vendedores ambulantes e nem artistas de rua nos vagões do Metrô de Santiago;

7) O metrô não possui uma tarifa fixa. Existem três tipos de horários: Punta, Valle e Bajo, com três preços diferentes. Essa tabela contém todas as informações necessárias para compreendê-las: http://www.metrosantiago.cl/guia-viajero/tarifas

8) As estações mais importantes do Metrô de Santiago são a Baquedano, situada na Praça Baquedano, no coração da cidade, onde se conectam as linhas 1 e 5, ambas com maior fluxo dentro do sistema de transporte; a Estação Tobalaba, que reúne as linhas 1 e 4; e a Estação Central, onde não é possível fazer combinação com outras linhas , mas sim acessar os serviços ferroviários chamados de Metrotren, que são direcionados para o centro-sul do país e que ligam 24 municípios entre a Região Metropolitana e a Região do Maule. Além disso, a Estação Central dá acesso ao Terminal Rodoviário San Borja, de onde partem ônibus para todas as partes do país;

9) Uma boa ferramenta para o planejamento da sua viagem no Metrô de Santiago é o planejador que a própria página oferece http://www.metrosantiago.cl/planificador ou estudar o mapa da rede http://www.metrosantiago.cl/estacion/plano -red, onde você pode determinar antecipadamente as conexões necessárias para realizar sua viagem;

10) O Metrô de Santiago funciona aproximadamente até às 23h30, mas cada estação possui algumas modificações no horário de fechamento, as quais você pode conferir neste link com maior segurança: http://www.metrosantiago.cl/guia-viajero/horarios.

O Metrô de Santiago é um bom meio de transporte pela cidade, principalmente para aqueles que querem economizar ou gostam de sentir como é a vida de um santiaguino. Além disso, a maior parte dos pontos turísticos da cidade podem ser acessados desta forma. Portanto, se você está hospedado próximo a uma estação do Metrô de Santiago, este pode ser um meio de transporte que vale a pena usar!

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.