O cerro Santa Lucía é um pequeno morro de formação rochosa vulcânica, situado no centro da cidade de Santiago. Antigamente era utilizado como ponto de reconhecimento e mirante da cidade e hoje em dia foi convertido em um importante polo turístico, pelos atrativos que apresenta no interior, como fontes, praças e mirantes criados sob a administração de Benjamin Vicuña Mackenna.

No ano de 1872, Benjamín Vicuña Mackenna, como intendente da cidade de Santiago, recebeu um projeto de melhorias urbanas que seriam aplicados em Santiago como parte do projeto para o Centenário da Republica. Como consequência, o morro recebeu uma importante transformação com novos caminhos, uma capela, nova florestação com arvores de diferentes espécies, novos chafariz, mirantes e trilhas. No resumo, essa transformação originou um dos passeios mais representativos da cidade e se converteu em um dos aportes mais significativos para Santiago.

Um dos principais pontos interessantes no morro é o Castillo Hidalgo, que se construiu na época da colônia, com a finalidade de ser um forte que permitisse vigiar a cidade desde as alturas. Em 1874, o Castillo Hidalgo se acondicionou para receber o novo Museu Histórico, mas depois de 1886 começou a decair, as coleções começaram a dispersar-se e ao final foi utilizado como bodega, até que, como motivo do centenário da pátria foi remodelado e atualmente é utilizado como centro de eventos.

Outro atrativo é a “Terraza Caupolican”, que está localizada ao final do caminho. É uma praça onde existe a escultura de um indígena que muitos dizem ser Caupolican (bravo Cacique Mapuche), mas que na verdade é uma escultura de um indígena Moicano que, por outros motivos, chegou a este lugar e algumas pessoas defenderam que era Caupolican. Mas objetivamente, a fisionomia representada na escultura não corresponde à etnia Mapuche.

A “terraza Neptuno”, que está abaixo da Caupolican, é outro lugar importante no passeio que se destaca pela grande fonte e por ser um dos pontos de acesso até a parte superior do morro.

O morro Santa Lucía possui três acessos, sendo o principal pela avenida Libertador Bernardo O’Higgins (metrô Santa Lucía) e se pode realizar uma visita completa em três horas. Está aberto para a visitação dás 09h ás 19h, sem custo para os visitantes que somente precisam se registrar na entrada;

(fonte http://www.plataformaurbana.cl/archive/2012/01/17/guia-urbana-de-santiago-cerro-santa-lucia/)

 

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.